quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Sobre o JF Sabor 2014

Risoto de frango com quiabo do Poleiro de Galo - Foto emprestada da Fanpage

O JF Sabor 2014, festival de gastronomia de Juiz de Fora, terminou no dia 26 de outubro e no último dia 03 aconteceu o coquetel de encerramento para divulgação dos ganhadores. Já havia frequentado alguns estabelecimentos em outros anos durante o festival, mas esse ano estive mais presente e agora faço algumas considerações:
  • Sobre o tema: achei sensacional seguir a linha da gastronomia mineira. É uma tendência em todo o Estado e precisamos cada vez mais valorizar nossa cultura e ingredientes.
  • Sobre os estabelecimentos: percebi que a maioria estava bem envolvida com o evento, mas alguns nem pareciam fazer parte. Triste. E ponto para os que enxergam o evento não só como uma oportunidade comercial, mas também fundamental para valorização da gastronomia da cidade. 
  • Sobre o Deguste: é o principal evento dentro da programação, mas deixou a desejar. Não participaram todas as casas e não teve aquele clima gostoso de festival.
  • Sobre o vencedor: sem dúvidas o Garagem Gastrobar é a grande referência em Juiz de Fora e mais que merecido levar o prêmio de melhor prato e melhor sobremesa.
  • Sobre os que merecem destaque: alguns merecem uma atenção especial, como o Bolinho de arroz doce frito do Bendito Café e Restaurante, o Risoto de frango com quiabo do Poleiro do Galo, o Creme brulée de doce de leite do Brasador e a Galinha dos ovos de ouro do Santa Hora. Bons de verdade.
  • Sobre o público: não percebi um entusiasmo do público em participar do festival, acho que a organização precisa trabalhar melhor o envolvimento das pessoas.
  • Sobre o próximo: ansiosa para a próxima edição e na expectativa para que tenha mais peso, divulgação e engajamento de todas as partes: organização, público, estabelecimentos e poder público. 

Um comentário:

Léo Conde disse...

Hmm, muito interessante..