quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Um caso de amor com Tiradentes

Quitandinha no meio da rua

Estava meio sumida por um justo e necessário motivo: férias! Foram trinta dias de nada e tudo para fazer. Em um dos finais de semana de tudo para fazer, o destino foi o Festival Cultura e Gastronomia deTiradentes. Preciso dizer que, toda vez que visito essa fofuxa cidade, sinto-me em um caso de amor com a mesma. Gosto da simplicidade, das pessoas, da arquitetura, do clima e, claro, dos sabores de lá. Imagina esse último em pleno festival, uma perdição.

Esse ano foi a primeira vez que fui totalmente a passeio para o evento, sem nenhum compromisso profissional. Que coisa boa! Andei, relaxei, experimentei, brindei e fiquei com o dente roxo o tempo todo – oh lugar bom para tomar vinho! Além das atrações do festival, tanto musical quanto gastronômica, a cidade toda assume essa identidade e, em cada cantinho, você se sente acolhido e respirando cultura.

A nossa turma era grande, pois convidei uma galera para comemorar meu aniversário lá. Tinha marido, irmãs, pais, sogros, madrinhas, amigos, primos, amigas, sogros da irmã, cunhados e muita alegria. Foi um encontro memorável e que faz a gente pensar como é querido e como vale a pena aproveitar a vida. E essa é a mais importante mensagem que posso escrever sobre Tiradentes e seu lindo festival: aproveitar! Não deixe de ir ano que vem, faça sua reserva o quanto antes para garantir vaga com preço bom e aproveite muito, cada detalhe e grandiosidade que irá encontrar por lá.

Um comentário:

Nathália disse...

Foi Lindo! <3