quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Começo ou fim?


Em pleno Madrid Fusión, Ferran Adriá anuncia o fechamento do seu restaurante El Bulli, eleito por quatro anos seguidos como o melhor do mundo. Essa informação já era especulada por muitos, mas a confirmação oficial só veio agora.
O lugar ficará fechado durante dois anos, sendo 2012 e 2013. Isso porque Adriá pretende transformar o lugar em laboratório para estudo da alta cozinha. Segundo o chef, em 2012 o El Bulli completará cinqüenta anos, uma marca que exige inovações.
Sinceramente, acho que toda pesquisa e estudo são bem-vindos, pois traz conhecimento, seja ele qual for. Contudo, tenho um pouco de medo do que Adriá vai descobrir. Acho sim, que a gastronomia deve sempre estar em transformação e, o que é mais importante, inovação. Mas também acho que a gastronomia tem seus princípios e que deve ser respeitado o seu conceito.
Recentemente, em entrevista à revista Veja, Rogério Fasano, um importante nome da gastronomia brasileira, disse o seguinte: “Cozinha tem fronteiras, sim. Espaguete italiano com molho asiático? Estou fora”. A entrevista repercutiu por várias declarações, contudo, essa foi a que mais me chamou a atenção.
Gosto de novidade e tudo mais. Acho que as espumas e esferas têm seu lugar na história da gastronomia. Agora, imaginem o Adriá por conta de sua cozinha futurista durante dois anos. Acho que teremos coisas impressionantes, mas temo. Assim como Fasano, sou um pouco resistente a espaguete italiano com molho asiático. E mais ainda a espuma de não sei o quê com esfera de sei lá o quê. Muito ardido?

5 comentários:

Flávia disse...

Ótimo post Mari, aliás ótimo blog! Parabéns minha grande amiga mega expert em jornalismo gastronômico! Beijos!!

Marco Antonio Zanfra disse...

Sou ainda mais radical: não consigo entender como alguém - aqui em Florianópolis é comum - consegue colocar ketchup e maionese em pizza. Quer inovar? Invente novos pratos. Mexer em pratos tradicionais para mim é heresia. Ou, parafraseando Fasano: pizza com ketchup e maionese? Tô fora!

Renata Almeida disse...

oi tchuca!
nem acho seu comentário muito ardido não.
tem pessoas q parecem querer inovar tanto q esquecem do conceito básico daquilo q fazem. Já ouvi falar do Adriá várias vezes, imagino q muito do q ele faz seja realmente magnífico, mas acho q às vezes ele delira...

no mais, não estou bêbada, mas estou com saudades... rs

bjoss

Marco Antonio Zanfra disse...

Onde foi parar comentário que eu fiz há uma semana?

Estacion México disse...

eu tambem gosto,da comida mais tradicional como deve ser feita,acho muitas cosias que ele faz impressionantes ,mais ficou com a velha escola.