segunda-feira, 10 de outubro de 2011

"A cozinha brasileira em suas diversas formas tem que ser a estrela dos hotéis do Brasil"



Trocando figurinhas com a chef Mônica Rangel, que comanda o restaurante Gosto com Gosto, ela me contou um caso que desconhecia e que não gostei nada, nada. Confira trecho de nossa conversa:

Assistindo o Bom Dia Brasil ouvi falar sobre a nova portaria do Ministério do Turismo com relação à classificação hoteleira. Achei ótimo a EMBRATUR voltar a atuar no setor e o retorno das estrelas, que são tão significativas. O que me chamou a atenção negativamente foi quando disseram que a classificação dos hotéis de 5 estrelas com relação à gastronomia seria a obrigatoriedade de ter um restaurante de cozinha internacional. Fiquei consternada e abismada com a notícia, afinal trabalho e defendo a gastronomia brasileira.
 
Fui buscar esta portaria na internet e os contatos com o presidente da EMBRATUR, Sr. Flavio Dino, para dar minha opinião sobre esse assunto. Pesquisando o Anexo II da Portaria nº 100 de 2011 do Mtur no requisito Alimentos e Bebidas, as exigências de classificação para Hotéis de 4 e 5 estrelas é ter restaurante de cozinha internacional e eles usam o termo "cardápio de cozinha regional ou típica" como opcional para 4 estrelas. Nos de categoria inferior nem isso. Neste caso não caberia a obrigatoriedade de ter restaurante de cozinha brasileira e internacional pelo menos nas categorias 4 e 5 estrelas? 

Mais grave ainda, no anexo IV, são os hotéis históricos, que deveriam valorizar completamente nossa gastronomia, nossa história e eles nem mencionam a cozinha brasileira.
 
Quando viajo para fora do Brasil, tanto a trabalho quanto a passeio, quero conhecer o lugar como um todo,  principalmente sua comida. O turista estrangeiro tem muito a conhecer de nossa gastronomia, pois é riquíssima e extremamente agradável ao paladar. A cozinha brasileira em suas diversas formas tem que ser a estrela dos hotéis do Brasil, ainda mais agora com a grande visibilidade que teremos com a Copa e as Olimpíadas, onde teremos uma grande quantidade de turistas ávidos por conhecer o Brasil em sua totalidade.
 
Somos o País do futuro na economia, turismo e na gastronomia também. Repare que na Itália os grandes hotéis servem comida italiana, assim como na Franca, Portugal, Espanha.... 

Temos que nos mirar nesse orgulho que eles sentem de sua cozinha.

Monica Rangel 

Um comentário:

monica rangel disse...

Temos que alavancar esta luta. Ela e imprescindivel para o fortalecimento da nossa identidade.