segunda-feira, 12 de abril de 2010

Botecando

Frevo Mulher do Bar Temático / Crédito foto: Drison Medeiros
Começou a maratona. Um mês, 41 botecos e muito jiló. O Comida Di Buteco chega este ano em sua 11ª edição com o jiló como ingrediente de destaque. Os botecos, que já estão trabalhando nos pratos há algum tempo, terão agora que conquistar o público, seja por criatividade ou por sabor. O desafio não é fácil, visto que a concorrência é grande e os mineiros levam muito a sério o concurso.
O desafio para mim este ano também não é pequeno, pois terei que experimentar todos os pratos. Além de ser uma verdadeira maratona, tem um pequeno detalhe: até a presente data eu não como jiló de jeito maneira. Mas, estou disposta a ser conquistada pelo jiló, então, que venham os pratos. O trabalho será divulgado pelo portal Gourmet Virtual, que mostrará o Comida di Buteco do início ao fim, inclusive a Saidera, evento que marca o fim do concurso.
Como eu sou jornalista e não crítica, o trabalho por lá é profissional e busca ao máximo ser imparcial. Então vamos apurar ao máximo, para buscar as informações, características do prato, história, processo de criação e tudo mais com máximo de fidelidade. Isso eu conto no Gourmet Virtual, que não poupará espaço para essa cobertura.
Já no Feito com Pimenta, acho que não sou nem jornalista e muito menos crítica, eu sou é palpiteira mesmo. Então, os detalhes suaves e ardidos ficarão por aqui. Ressalto que também buscamos ser imparcial e fiel aos leitores no blog, mas parece que ele tem vida própria e parece também que não tem papas na língua. Assim, não deixe de conferir os próximos capítulos do Comida Di Buteco, tanto lá quanto cá.

Um comentário:

Mattosquela disse...

Quem sabe não vá à capital pedir essa saidera heim?!

Agora quero ver mesmo se o Jiló consegue te conquistar... pq a mim ele não conquistou até hoje também. Aguardando o desafio!